"Estou orando para que isso leve a um avivamento", diz Max Lucado sobre pandemia

O pastor e escritor destacou que 'O que parece ser mau, Deus vai usar para o bem'.


Max Lucado é pastor e autor renomado internacionalmente. (Foto: Brendan Jones)
"Este não é o mês de abril que qualquer um de nós queria", escreveu o autor e pastor Max Lucado em um recente ensaio intitulado "Surviving April" ("Sobrevivendo em Abril"), no qual comentou e refletiu sobre o atual momento de pandemia do coronavírus que o mundo sofre de forma geral.

"Queríamos atividades ao ar livre nesta primavera. Queríamos ir à igreja no domingo de Páscoa.
 Queríamos uma viagem de fim de semana para ver as flores da primavera", escreveu ele, considerando que a primavera nos EUA ocorre no mês de Abril.

No entanto, quando as Blue Bonnets (flores típicas da primavera) florescem em seu estado natal, Texas, ele diz à CBN News: "Este ano fomos atingidos por um segundo inverno".

Enquanto ele lê as solicitações de oração que as pessoas postam em seus canais de mídia social, ele diz que parece uma dor.

"Quando olho para o meu coração, parece tristeza", revelou.

"No fundo, o luto é uma expectativa não atendida. Esperávamos ter mais tempo com nossos entes queridos. Esperávamos envelhecer com nossos cônjuges. Esperávamos estar saudáveis ​​e, quando as pessoas estão sofrendo, alguma expectativa de vida não foi atendida e isso é realmente com o que estamos lidando aqui", explicou Lucado.

Em família

Muitas famílias estão lutando para educar seus filhos e trabalhar em casa, enquanto gerenciam o estresse de um futuro financeiro incerto e os temores de problemas de saúde.

Lucado sugere que as pessoas se dêem tempo para lamentar.

"Dê a si mesmo um tempo de colapso mais 'suave' - apenas deixe para lá. Expresse suas queixas diante de Deus, converse com Ele honestamente, ajoelhe-se e fique de bruços", disse ele.

O pastor também pede que os membros das famílias ouçam uns aos outros, pois todos processam o desastre de maneira diferente.

Esperança

E ainda assim, quando as pessoas se despedem da sensação de segurança que esperam, Lucado diz que há uma grande esperança.

"A Bíblia é uma história de como Deus leva as pessoas através das coisas. É uma história de libertação", observou ele.

"É claro que a grande história é a história da Páscoa. Como a sexta-feira santa, o dia mais sombrio da humanidade, se torna o maior domingo de comemoração porque Deus fez com que a humanidade conseguisse passar pela crise. O maior coronavírus é o da alma e se chama pecado", ele adicionado.

Enquanto nos preparamos para celebrar a ressurreição de Jesus, disse Lucado, Ele está agradecido por vivermos um tempo com uma solução tecnológica para as igrejas que estão tendo de fechar suas portas.

"O que vai acontecer é que milhões de pessoas que não assistiriam a um culto de páscoa vão se se sintonizam e se conectar para assistir a uma celebração. Já em nossa igreja, e eu estou ouvindo isso de todo o país, o número de pessoas assistindo aos cultos on-line é duas ou três vezes o número de pessoas que frequentavam e assistiam online. Sei que o número da nossa igreja é o dobro do que costumava ser", disse ele à CBN News.

Ele chama isso de um momento decisivo para a Igreja.

"Um tempo para encorajar, um tempo para compartilharmos o Evangelho. Um tempo para dizermos às pessoas que Deus está no controle. Para lembrar às pessoas que sim, este é um alerta para todo o planeta. Todos nós já estivemos lembrou a brevidade da vida, a fragilidade da saúde. Precisamos de um Deus e graças a Deus ele está lá ", compartilhou Lucado.

"O que parece ser mau, Deus vai usar para o bem", disse ele. "Nós vamos superar isso. O choro pode durar uma noite inteira, mas a alegria vem pela manhã."

"Eu estou orando para que isso leve a um avivamento", acrescentou.
"Estou orando para que isso leve a um avivamento", diz Max Lucado sobre pandemia "Estou orando para que isso leve a um avivamento", diz Max Lucado sobre pandemia Reviewed by MISSÕES URGENTE on 15:57 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.