Header Ads Widget

“Precisamos nos expor para que outras pessoas sejam libertas”, diz ex-viciada em pornografia

Janaína Oliveira contou seu testemunho de libertação em vídeo ao yesHeis

Janaina encontrou ajuda no projeto Socorre.me, um ministério de apoio para pessoas com compulsão em pornografia. (Foto: Reprodução/ YouTube).

O vício em pornografia já não é apenas um problema do universo masculino, o consumo de pornografia por mulheres cresceu exponencialmente nos últimos anos. De acordo com o yesHeis, as brasileiras são as mulheres que mais acessam conteúdo pornográfico no mundo, lhes fazendo prisioneiras em uma prisão invisível.

Foi o caso de Janaína Oliveira, uma radialista de 41 anos. Ela contou seu testemunho de libertação do vício em pornografia em vídeo no canal do yesHeis no YouTube.

Janaina teve o primeiro contato com a pornografia aos oito anos quando encontrou revistas pornôs de seus irmãos mais velhos e começou a consumir de forma voraz. Ela diz que se escondia atrás do sofá da sala para assistir filmes eróticos que seus irmãos assistiam: “Eu já estava tão tomada por aquela compulsão ao ponto de eu achar que fazia parte daquele mundo pornográfico”.

A radialista relata que pensava em pornografia o tempo e inteiro e vivia para isto. “Eu respirava aquilo 24h; saída de sala de reuniões do trabalho para poder consumir pornografia. Estando na igreja, eu não via a hora de sair para ir pra casa consumir”, relata Janaina.

Ela conta que a compulsão era um segredo que não compartilhava com ninguém. E que quando tentou pedir ajuda, não encontrou apoio para que pudesse se abrir e falar sobre o problema com segurança.

O retorno que ela recebia era que aquilo “era normal, que tava tudo bem, todo mundo faz” ou o extremo aposto: “precisa expulsar esse demônio que está na sua vida”.

Sem conseguir ajuda, ela conta que foi se afundando cada vez mais. Começou a ficar muito sozinha, não tinha mais amigos e começou a questionar se era bom continuar vivendo. “Foi quando eu comecei a pensar em suicídio”, confessou Janaína.

Janaina encontrou ajuda de verdade no projeto Socorre.me, um ministério de apoio para pessoas com compulsão em pornografia, onde recebeu auxílio de uma equipe confiável.

Hoje, ela compreende que expor o problema é necessário e que não precisamos carregar o fardo pesado sozinhos: “Quando expomos essa situação ficamos envergonhados, mas essa vergonha é substituída pela libertação”.

No Socorre.me Janaína conheceu verdadeiramente o amor de Jesus por ela. A paternidade de Deus preencheu por completo sua vida, não sobrando espaço para outra coisa. “Hoje eu tenho prazer em viver, eu estou feliz porque posso viver uma verdade”, comemora.

Seu testemunho tem ajudado outras mulheres que estão passando por compulsão em pornografia e que nunca conseguiram conversar com alguém sobre o problema. Janaína afirma que muitas dessas mulheres relatam: “Eu passo por tudo isso e nunca vi uma mulher falando sobre”.

Hoje, completamente liberta por Jesus, Janaína afirma que “precisamos nos expor para que outras pessoas sejam libertas”.

Projeto Socorre.me

O projeto Socorre.me, parceiro da yesHeis, é um ministério cristão que ajuda pessoas a saírem da compulsão em pornografia.

O ministério conta com um canal de aconselhamento com total sigilo para quem precisa conversar. O atendimento pode ser solicitado através do site www.prisaoinvisivel.com.br/blog/conselheiros ou pelo e-mail: ajuda@prisaoinvisivel.com.br.

Postar um comentário

0 Comentários