Header Ads Widget

Tradução da Bíblia chega para região com 300 mil muçulmanos, na África

O livro de Gênesis e o Novo Testamento foram traduzidos para o idioma "vital" falado na África Ocidental.


Grupos celebram Bíblia com tradução em língua “vital” falada na África Ocidental. (Foto: Reprodução/Evangelical Focus)
O livro de Gênesis e o Novo Testamento foram lançados em versão física e por aplicativo com cerimônia “tranquila”, segundo os tradutores, em abril. Quase todas as 300.000 pessoas do Flame*, local onde o material circulará, são muçulmanas.

O pessoal da Flame (Chama) vive na região central de um país da África Ocidental, que também não foi revelado.

São mais de 300.000 pessoas e 99% são muçulmanos, mas desde abril eles têm suas próprias escrituras cristãs.

Os tradutores da Bíblia Wycliffe puderam entregar as primeiras cópias do Novo Testamento e do Gênesis aos membros desse grupo.
“Nos últimos anos, algumas pessoas da Flame se mudaram para cidades vizinhas e países vizinhos para trabalhar, mas o centro da vida cultural da Flame permanece em mais ou menos 60 pequenas aldeias. As casas são montadas em grupos por clãs familiares”, afirmou a organização.

O Novo Testamento Flame com Gênesis foi lançado e dedicado no final de abril, em uma cerimônia silenciosa, em meio a uma situação de bloqueio.

A equipe responsável pela tradução das Escrituras da Chama sentiu que era urgentemente importante disponibilizar o livro e o aplicativo agora, durante o mês do Ramadã, quando os muçulmanos passam mais tempo em oração e reflexão, em vez de esperar até que um evento mais público seja possível.

“O foco daqui para frente é traduzir o restante do Antigo Testamento, o que ajudará a construir pontes mais fortes com a comunidade muçulmana”, disseram os tradutores da Bíblia Wycliffe.

“Para aumentar o alcance das Escrituras, a equipe também tem o objetivo de registrar todas as Escrituras para que as pessoas possam ouvi-las e compartilhá-las em telefones celulares. Para atender às necessidades de alfabetização e abençoar a comunidade, a equipe trabalha em cooperação com organizações não-governamentais locais para ministrar aulas de alfabetização Flame* para adultos”, explicou.

* Nome alterado por razões de segurança

Postar um comentário

0 Comentários