Pastor diz que iniciará um “ministério na prisão” se for preso por abrir igreja

Juiz voltou a proibir cultos em locais fechados.

John MacArthur (Reprodução)
O pastor e teólogo norte-americano John Mac Arthur, que desafiou as autoridades da Califórnia reabrindo sua igreja, afirmou que está disposto a ir para a prisão por realizar cultos e que, se for preso, ele pregará o Evangelho naquele lugar também.

Depois de ter obtido vitória em uma decisão liminar proferida pelo juiz James Chalfant, a Grace Community Church voltou a ser proibida de reabrir devido a uma decisão da Corte Superior do estado. O juiz decidiu manter as restrições de saúde do condado de Los Angeles em outra decisão liminar.

Apesar da proibição, MacArthur decidiu continuar os cultos normalmente, abrindo a igreja no domingo para o público, desafiando a ordem judicial. As igrejas da Califórnia receberam permissão apenas para realizar cultos ao ar livre, com limite de público, o que prejudicaria o culto da Grace Community, que tem milhares de membros.

“Recebemos uma carta com a ameaça de que seríamos multados ou eu poderia ir para a prisão por no máximo seis meses”, disse MacArthur à Fox News. “Meu herói bíblico, além do Senhor Jesus Cristo, é o apóstolo Paulo. E quando ele foi para uma cidade, ele não perguntou como era o hotel – ele perguntou como era a prisão porque ele sabia que era onde ele iria passar o seu tempo. Portanto, não me importo em ser um pouco apostólico. Se eles quiserem me colocar na prisão, estou aberto para um ministério na prisão. Já fiz muitos outros ministérios e não tive a oportunidade de fazer esse, então traga isso.”

Escritor reconhecido, MacArthur vem alertando sobre a imposição do Estado contra a liberdade de culto, lembrando que Bíblia não manda que este tipo de ordem seja obedecida.

“A ordem bíblica é clara: Cristo é o Senhor sobre César, não vice-versa. Cristo, não César, é o chefe da igreja”, escreveu MacArthur.

MacArthur lembrou que o papel nesta semana que o papel da Igreja é pregar o Evangelho de Jesus Cristo, lembrando Sua morte e ressurreição. “A igreja não existe para garantir que navega pelos caprichos dos políticos. A igreja existe no mundo para pregar o evangelho salvador de Cristo”, disse.
Pastor diz que iniciará um “ministério na prisão” se for preso por abrir igreja Pastor diz que iniciará um “ministério na prisão” se for preso por abrir igreja Reviewed by MISSÕES URGENTE on 18:04 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.