Header Ads Widget

Cristãos são chantageados e apedrejados durante cultos, denuncia pastor cubano

 Outros líderes religiosos do leste de Cuba chamam a atenção para o aumento significativo de ataques contra denominações cristãs.

Cristãos durante culto em Cuba. (Foto: Reprodução / Radio Televisión Martí)

A Igreja Missionária de Cuba, na cidade de Victoria de Las Tunas, sofre assédio de desconhecidos que apedrejam os fiéis quando vão ao culto, colocando em risco a segurança dos membros da congregação, incluindo crianças e idosos, denuncia o pastor Yoel Demetrio.

“Duas vezes por semana isso está acontecendo conosco, antes só acontecia aos domingos, agora acontece nas noites de sexta e domingo de manhã. Eles se manifestam com pedras contra a igreja quando veem o povo, quando estamos adorando a Deus (...). Esta situação causou algumas perdas no quadro de membros da igreja”, disse Demetrio.

O pastor aponta a polícia política como promotora desses ataques, usando os vizinhos do templo. “O órgão da Segurança do Estado é principalmente aquele que os envia, só se veem as pedras, não as pessoas que as atiram dos pátios das casas. Já fizemos as denúncias pertinentes às autoridades policiais para que isso parasse, mas não tem sido assim”, concluiu.

Demetrio acrescenta que as atoridades já enviaram mensagens a ele para considerar reduzir seu tom crítico durante os cultos religiosos e então esses ataques vão parar. “É chantagem, mas nunca terão sucesso, porque sempre direi que Cuba precisa ser livre e que precisamos de plena liberdade religiosa”.

Outros líderes religiosos do leste de Cuba chamam a atenção para o aumento significativo de ataques contra denominações cristãs e reiteraram seu apoio ao pastor de Las Tunas.

“Estamos plantados aqui, sabendo que essas coisas acontecem, podem continuar acontecendo e a Igreja está orando por uma mudança, porque queremos uma Cuba diferente”, disse o presidente do movimento Evangélico Vento Recio, pastor Mario Jorge Travieso.

Perigos para a igreja

De Santiago de Cuba, o apóstolo Alain Toledano, presidente do Ministério Internacional Sendas de Justicia, alerta que a crise socioeconômica que atinge o país aumenta os perigos para as igrejas.

“Estamos em uma fase perigosa em que eles estão atacando a sociedade, eles estão atacando a religião. Quem levantar a voz em favor da verdade e da justiça, estaremos lá apoiando-o”, disse Toledano.

Recentemente, nas redes sociais, membros da Igreja Pentecostal da cidade da Flórida, na província de Camaguey, denunciaram constantes ataques com pedras que danificaram o telhado. Esses ataques à Igreja do Evangelho Pleno Roca Eterna já acontecem há muito tempo, disse o religioso Daniel González.

Por sua vez, Disnel Segura, um dos membros da igreja, comentou que a situação foi denunciada ao chefe do setor da Polícia Nacional Revolucionária (PNR), bem como à Prefeitura, onde alertou para o perigo de algum membro da denominação podem ser feridos.

Postar um comentário

0 Comentários