Header Ads Widget

Cinco famílias têm casas destruídas por serem evangélicas, no México

 Além dos danos às casas, católicos tradicionalistas prenderam dois moradores evangélicos.

Casas de evangélicos foram destruídas no sul do México. (Foto: Reprodução/Diario de Chiapas)

Cinco casas de evangélicos foram destruídas no domingo (10) no município de San Cristóbal, no estado mexicano de Chiapas. Os ataques foram feitos em uma comunidade tsotsil, que é um povo maia no sul do México.

Os ataques foram motivados pela recusa dos evangélicos em participar das atividades da Igreja Católica e não cooperar com as festas da comunidade, informou o jornal mexicano El Universal.

De acordo com o líder da igreja Alas de Águila, o pastor Esdras Alonso González, duas famílias tsotsis, com um total de nove pessoas, foram afetadas pela destruição de cinco casas na comunidade Mitzitón.

Além dos danos, católicos prenderam os moradores locais Alejandro Jiménez Jiménez e Miguel Jiménez Heredia, que são evangélicos.

O pastor Esdras disse também que na comunidade Napité, no município de San Cristóbal, católicos impediram os evangélicos de construir um templo. Eles haviam retornado à comunidade em 15 de dezembro, após terem sido expulsos por um ano. 

As cinco famílias, com um total de 30 pessoas, tiveram que acatar a decisão das autoridades comunitárias. Dentre elas, três famílias tiveram que deixar suas casas pela segunda vez, explicou o pastor Esdras.

Não é a primeira vez que incidentes como este acontecem em Mitzitón. Em 15 de maio de 2016, católicos tradicionalistas saquearam e destruíram parcialmente 84 casas, onde viviam 350 evangélicos tsotsis, que tiveram que deixar a comunidade. 

Postar um comentário

0 Comentários