Header Ads Widget

Pastor é indiciado por intolerância religiosa na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro

 

Pastor evangélico Gledson Lima cometeu o crime em Belford Roxo, na Baixada Fluminense (Foto: Reprodução)

O pastor evangélico Gledson Lima foi indicado pela Polícia Civil pelo crime de intolerância religiosa. Ele mesmo se filmou quebrando oferendas religiosas do Candomblé e o vídeo foi postado em redes sociais. As informações são do portal UOL.

O crime aconteceu em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, e foi registrado na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância pelo babalorixá Natan de Oxaguiã, do terreiro Ilê Àsé Babá Min Okan Fun Fun.

Na ocasião, ele afirmou que estava quebrando as oferendas “em nome de Jesus”. “Assim como essa pedra está quebrando, assim é a palavra de Deus. Em nome de Jesus, está sendo tudo quebrado”, disse Gledson Lima.
Na ocasião, o pastor ainda convidou as pessoas para irem ao culto da igreja da qual faz parte.

Segundo informações do UOL, o vídeo foi apreendido pela delegada titular da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, Márcia Noeli Barreto, e foi feita perícia das imagens, além de colhidos depoimentos.

O babalorixá afirmou que os adeptos do Candomblé são perseguidos o tempo todo. “É um sentimento de impotência e medo. Isso é tão normal. Os alimentos nos alguidares são sagrados, são agradecimentos à ancestralidade”, disse ao UOL.
Informações: Yahoo Notícias

Postar um comentário

0 Comentários