Header Ads Widget

Brasil anuncia primeira vacina nacional contra a Covid-19

A ‘Butanvac’ recebeu investimentos do Instituto Butantan e do Governo de SP.

Com a aprovação da Anvisa, instituto estima disponibilizar 40 milhões de doses da 'Butanvac' prontas para uso no fim do ano. (Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

O governo de São Paulo anunciou na manhã desta sexta-feira (26) a criação da primeira vacina brasileira contra a Covid-19. O imunizante será produzido pelo Instituto Butantan com “tecnologia 100% tradicional”, explicou o presidente do órgão, Dimas Covas.

Para os testes clínicos de fases 1 e 2, em humanos, o Instituto fará o pedido de autorização para a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ainda nesta sexta-feira, disse o governador de São Paulo, João Doria, defendendo a urgência desta aprovação pela agência reguladora. O pedido para os estudos da fase 3 da vacina será feito posteriormente.

Os estudos para a criação da ButanVac (nome do imunizante nacional) começaram há um ano, utilizando a mesma tecnologia para vacina da gripe.

“Este desenvolvimento começou exatamente a um ano a, no dia 27 de março do ano passado. No dia de hoje pretendemos ingressar na Anvisa com o pedido para iniciar o estudo clínico”, explicou Dimas Covas, que explicou ainda que o custo da vacina será muito barato.

De acordo ainda com Doria, que classificou o anúncio como histórico, o investimento para o desenvolvimento da Butanvac será do governo de SP e do Butantan, que terá capacidade para produzir, já em maio, 40 milhões de doses para iniciar a vacinação em julho, após aprovação da Anvisa.

O imunizante também deverá ser disponibilizado para países mais pobres, disse Doria.

Postar um comentário

0 Comentários