Header Ads Widget

“Milagre”: Tumor de viúva encolhe após oração de missionárias na Ásia

Arleta estava sem esperanças, até que missionárias a apresentaram Jesus e um milagre aconteceu.

Arleta recebeu oração de missionárias conhecidas como Irmãs da Compaixão. (Foto: Gospel for Asia)

Depois da morte do marido, Arleta teve que lidar com mais uma notícia difícil: o caroço em seu peito, que a incomodava tanto, era na verdade um tumor cancerígeno.

Sozinha e sem dinheiro para pagar uma cirurgia, Arleta tentou se tratar com remédios e até buscou os costumes religiosos no qual foi criada, mas nada adiantou. Ela sabia que precisava de um milagre.

Um dia, Arleta conheceu quatro missionárias da Gospel for Asia, que fazem parte do ministério Irmãs da Compaixão. Vestidas dos “uniformes da humildade”, essas mulheres, treinadas pelo GFA, levam o Evangelho, aconselhamento familiar e educação aos pobres e necessitados em países asiáticos.

As Irmãs da Compaixão da GFA estavam distribuindo folhetos evangelísticos no bairro de Arleta, que se aproximou das mulheres por curiosidade. Durante a conversa, ela compartilhou sua batalha contra o câncer e suas experiências dolorosas.

Movidas por compaixão, as irmãs oraram por Arleta e também falaram sobre Jesus e Seu poder de cura. Desde então, elas passaram a visitar a casa da viúva todas as semanas, para ajudá-la nas tarefas diárias e orar por um milagre.

Arleta foi chamada para um fim de semana de retiro na igreja local e aceitou o convite. A viúva começou a acreditar que ela poderia ser curada por Jesus. 

Três semanas após o evento de oração, ela voltou ao hospital para uma consulta médica — cheia de fé que Jesus a curaria. Quando o médico relatou o resultado dos exames, Arleta não conseguiu conter a alegria: o tumor havia encolhido! 

Suas novas amigas, as Irmãs da Compaixão, continuaram orando por ela, crendo na cura completa. Enquanto isso, Arleta teve a ideia de fazer uma reunião de oração em sua casa, para agradecer a Jesus pela cura que Ele estava fazendo em seu corpo. 

Ela convidou sua filha, vizinhos e parentes próximos, e testemunhou seu milagre.

“Todos que ouviram a história de Arleta e testemunharam seu espírito revigorado ficaram maravilhados”, relata a GFA. “Poderia ser esta a mesma pobre viúva solitária para quem a vida era dolorosa e sem alegria? Na verdade, foi um milagre!”

Postar um comentário

0 Comentários