Header Ads Widget

Idoso de 104 anos embala presentes para mil crianças carentes: “Deus não terminou a obra”

As caixas de sapatos embaladas por Ira Miller serão enviadas para crianças afetadas por pobreza, guerras, fome e doenças.

Ira Miller, de 104 anos, já embalou 1000 caixas de sapatos com presentes para crianças. (Foto: Samaritan’s Purse)

Nos últimos quatro anos, Ira Miller, de 104 anos, embalou 1.000 caixas de sapatos cheias de presentes para crianças afetadas por pobreza, guerras, fome e doenças.

O idoso, que vive na Virgínia Ocidental (EUA), começou a embalar caixas em seu 100º aniversário. Na época, ele separou 100 caixas para a Operação Natal das Crianças, um projeto da Bolsa do Samaritano, organização de ajuda humanitária liderada por Franklin Graham.

Em 27 de janeiro, ao completar 104 anos de idade, Miller embalou sua milésima caixa. “O Senhor ainda não terminou [Sua obra] comigo”, disse ele ao jornal Garrett County Republican.

Miller começou a embalar presentes por influência de uma igreja no Condado de Tucker, que embalava 40 caixas de sapatos por ano. Ele sentiu que era uma ação importante, já que as caixas de sapatos iam a lugares que os missionários não podem ir.

A filha de Miller, Debbie Welch, diz que por meio da Operação, algumas das caixas de sapatos de seu pai foram para o México, República Dominicana, Honduras, Peru, Paraguai, Uruguai, Ucrânia, Suazilândia, Madagascar, Congo, Quênia, Tanzânia, Burkina Faso, Togo, Filipinas e muitos outros países.

O livreto evangelístico “O Maior Presente” também é entregue durante a distribuição das caixas de sapatos. Este livreto foi impresso em 70 idiomas.

“Uma caixa de sapatos é uma ferramenta nas mãos desses pastores locais em mais de 100 países, e eles estão levando o Evangelho a milhões e milhões de crianças a cada ano”, disse Welch.

Miller mora no Condado de Tucker há mais de 60 anos. Ele tem sete filhos, 17 netos e 12 bisnetos. Em sua vida, ele foi agricultor, motorista de ônibus escolar, carteiro, carpinteiro e também trabalhou em alvenaria.

Ele afirma que não se sente como se tivesse 104 anos de idade, mas sim como se tivesse 70 — embora diga que não consegue andar tão rápido quanto antes. “Estou amadurecendo, mas não estou velho”.

“Ele ama o Senhor, sua família e seus muitos”, disse Welch. “Que bênção ele é para aqueles que o cercam.”

Welch disse que a milésima caixa de sapatos de seu pai incluía muitos itens que representavam coisas em sua vida. “Havia ferramentas, já que ele era carpinteiro, dois pequenos tratores, uma Bíblia, um jogo de cartas, itens da Virgínia Ocidental, um cardeal (o pássaro estadual da Virgínia Ocidental), um pequeno ônibus escolar e damas, que ele jogava como uma criança”, relatou.

Nascido em Kansas, em 1917, Miller foi casado com sua esposa, Mary Olive, por 56 anos antes de ela falecer, oito anos atrás. “Acredito que ela ficaria muito feliz em saber que ele ainda está trabalhando para fazer o Reino de Deus crescer”, disse Welch.

Em novembro do ano passado, cerca de 19.600 caixas foram coletadas em parte da Virgínia Ocidental.

“Comprar e coletar itens para caixas de sapatos é algo que pode ser feito durante todo o ano”, observou Welch. “Esta é uma forma de enviar o Evangelho e um presente maravilhoso para uma criança”.

Postar um comentário

0 Comentários