Header Ads Widget

Igreja na Holanda é alvo de explosão, após realizar culto presencial

O ataque aconteceu após a realização de um culto presencial, que atraiu atenção da mídia holandesa.

Trabalhadores limpam danos causados por uma explosão na igreja Mieraskerk, perto de Rotterdam, na Holanda. (Foto: Robin Utrecht/ANP/AFP)

A igreja Mieraskerk, localizada aos arredores de Rotterdam, na Holanda, foi alvo de uma explosão na madrugada de terça-feira (30). A polícia holandesa, que investiga o ataque, diz que os danos foram causados por fogos de artifício.

Por volta das 4h30, a polícia foi acionada por vizinhos que ouviram um grande estrondo. Imagens da câmera de segurança mostram uma pessoa com um capuz na cabeça colocando o explosivo na frente da igreja, provocando danos ao templo.

Martijn Vroom, o prefeito de Krimpen, município onde a igreja é localizada, classificou o ato como inaceitável. “Estou com raiva e triste. Esta é uma explosão perto de um prédio que é o lugar favorito da comunidade para tantas pessoas. É realmente horrível”, disse ele à imprensa holandesa.

Uma mulher que mora perto da igreja disse à emissora holandesa NOS que foi acordada por uma “grande explosão”. “Meu marido e eu pensamos imediatamente: isso é na igreja. É realmente triste que você espere algo assim”.

A polícia leva em consideração que o incidente possa estar vinculado com o que aconteceu no último fim de semana. A igreja Mieraskerk atraiu a atenção da mídia ao realizar um culto com a participação de centenas de fiéis, enquanto as restrições da Holanda limitam as reuniões públicas a menos de 30 pessoas.

Por causa das leis de liberdade religiosa, o governo holandês não tem permissão para intervir nas igrejas ou impor multas.

Um jornalista abordou fiéis para obter informações sobre o culto e acabou se envolvendo em uma discussão com um homem de 43 anos. O profissional relatou que foi agredido. Ontem, o conselho das Congregações Reformadas na Holanda (OGGiN) se desculpou pelo incidente.

Em seu sermão, o pastor Anthonie Kort van de Mieraskerk falou sobre a abordagem da mídia sobre as aberturas de igrejas na Holanda. “Tivemos que lidar com coisas esta manhã que podemos entender melhor quando somos assediados e atormentados, e quando ocorre agitação”.

Um secretário auxiliar da igreja enfatizou que as restrições da Covid-19 se aplicam ao templo. “Há um metro e meio entre os visitantes, apenas as famílias estão juntas. O uso de máscaras de fato não é obrigatório, mas há muitos que as usam voluntariamente.”

Uma moradora local que se assustou com o estrondo disse à NOS Radio 1 News que temia mais incidentes. “Não concordo com tudo”, disse ela, referindo-se à abertura da igreja. “Eu mesma estou em um grupo de risco. Por outro lado, conheço as pessoas desta igreja, e são pessoas muito legais”.

Postar um comentário

0 Comentários