Header Ads Widget

Mãe e filha cristãs são mortas no Egito

Após dizer que denunciaria o assédio sofrido, cristã é agredida até a morte

Mariam não usava trajes típicos das mulheres islâmicas, o que teria motivado o assédio e o assassinato dela e de uma das filhas no Egito

No dia 3 de abril, um incidente aconteceu em Beni Mazar, no Egito. Um motorista de tuk-tuk, meio de transporte comum no país, assediou a cristã Mariam Mossa Yacoub, de 35 anos, enquanto estava com as duas filhas, de quatro e seis anos. Quando Mariam repreendeu o motorista e disse que o denunciaria à polícia, ele ficou com raiva, pegou um cutelo no veículo e matou Mariam e a filha de quatro anos.

A filha de seis anos conseguiu fugir e se esconder, mas Mariam e a filha mais nova morreram na hora. O homem que cometeu o crime era bem conhecido na região por não gostar de cristãos e sempre perseguir os seguidores de Jesus. Após o ocorrido, ele escapou e ainda não foi encontrado. Por ser cristã, Mariam não usava trajes típicos das mulheres islâmicas, o que teria motivado o assédio e o assassinato. 

O Egito ocupa o 16º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2021, onde os cristãos são perseguidos principalmente pela comunidade por escolher seguir a Cristo. As mulheres cristãs no Egito estão mais vulneráveis ao assédio sexual e à violência. Embora o assédio, o casamento forçado ou o casamento por sequestro, e a agressão sexual sejam práticas comuns que afetam todas as mulheres no Egito, há relatos de que as mulheres cristãs são particularmente alvo de casamento por sequestro e agressões.

Pedidos de oração

  • Interceda pela família de Mariam, para que Deus traga conforto e esperança diante desse momento de perda e medo.
  • Ore pelos cristãos no Egito, para que o Senhor os mantenha firmes na fé e os proteja da violência e dos sequestros.
  • Peça para que os extremistas tenham a vida transformada através de um encontro com Cristo e passem a testemunhar das boas obras.

Postar um comentário

0 Comentários