Header Ads Widget

Pastor cristão se mantém resiliente em Bangladesh

Conheça a história do pastor Karim, que tem sido luz em meio à perseguição

Os cristãos são minoria em Bangladesh e enfrentam perseguição vinda da população islâmica, que é maioria (foto representativa)

Bangladesh é uma nação de maioria muçulmana. Cerca de 90% da população é islâmica, e apenas 0,3% é cristã. Sendo uma minoria muito pequena, os seguidores de Jesus em Bangladesh lidam com a realidade da perseguição diariamente. Eles são alvo de líderes religiosos muçulmanos – os chamados maulanas – e autoridades.

Atualmente, líderes religiosos de Daca estão visitando os cristãos de casa em casa. Eles estão forçando-os a renunciar à fé em Jesus e reconverter ao islã. Se eles não renunciam, as casas são detruídas, perdem os empregos e o sustento está comprometido, deixando as famílias em risco. Mesmo assim, parceiros locais da Portas Abertas relataram que alguns cristãos são extremamente ousados e resistentes em tal situação, como o pastor Karim. Apesar de enfrentar perseguição contínua, ele permanece fiel no ministério para o Senhor.

Kabi Rezaul Karim é pastor em Bangladesh e trabalha com evangelismo e alfabetização adulta. Por causa da fé, Karim tem sido alvo de maulanas e outros líderes religiosos muçulmanos. Os maulanas têm perseguido Karim desde que descobriram sobre a fé dele e eles o têm pressionado a renunciar. Mas quando descobriram que não podiam impedir Karim das atividades no ministério, tentaram outros métodos. 

Karim iniciou um negócio em energia solar, instalando energia solar em áreas locais e várias aldeias. Ele estava prosperando no negócio e tinha muitos clientes, mas quando os clientes descobriram que Karim era cristão,  cortaram a parceria com seu negócio dizendo: "Você agora é cristão e você tem milhões de dólares. Nós não vamos lhe dar dinheiro", contam parceiros locais. (Essa notícia continua).

Postar um comentário

0 Comentários