“Antes aliciava mulheres para prostituição, hoje ganho almas para Deus”, diz ex-cafetina

Header Ads Widget

“Antes aliciava mulheres para prostituição, hoje ganho almas para Deus”, diz ex-cafetina

Gabriela Malafaia entrou no mundo das drogas e prostituição, até que um dia foi tocada por Deus.

Gabriela Malafaia, de 20 anos, foi transformada por Jesus. (Foto: Portal Universal)

A estudante Gabriela Malafaia tem apenas 20 anos, mas uma trajetória marcada por traumas e vícios — que foram curados por Deus.

Na infância, aos 9 anos de idade, Gabriela foi abusada por um conhecido da família, que cuidava dela na ausência da mãe. Aos 12 anos, começou a frequentar a igreja e até ajudou na Escola Bíblica Infantil, mas acabou se afastando da fé. 

Aos 18 anos, saiu de São Paulo e foi morar no Paraná — a princípio para estudar. No entanto, ao se envolver na carreira de modelo, ela também conheceu o mundo das bebidas, drogas e prostuição.

Na mesma época, Gabriela foi diagnosticada com uma endometriose profunda, que já não conseguia mais tratar. “Quanto mais o tratamento ficava agressivo, mais eu ficava debilitada. Comecei a perder o cabelo, as unhas e cheguei a pesar 39 quilos”, disse ela ao Portal Universal.

Por conta da doença, Gabriela não conseguia mais trabalhar como modelo. Foi neste período que ela abraçou a proposta de um político, de tomar conta de uma casa de prostituição. “Eu comecei a trabalhar como cafetina, basicamente”, lembra.

“Ele era muito agressivo, ele me humilhava e dizia: isso é o que você deve fazer com [as prostitutas], para cobrá-las”, relata Gabriela.

A jovem se deu conta que havia chegado no fundo do poço quando a mãe de uma menor de idade ligou para a casa de prostituição aos prantos. “Nesse momento eu me lembrei de quando eu estava na igreja, de quando eu ajudava na [Escola Bíblica]”, conta.

Gabriela foi tomada por uma tristeza profunda e tentou suicício. “Eu não via solução para mim”, pensou na época. Ela voltou a tentar suicídio outras três vezes, mas na última das tentativas, foi tomada por medo. “Eu pensei: se eu morrer, eu vou para o inferno”.

Naquele mesmo dia, Gabriela procurou uma igreja e decidiu entregar tudo a Deus. “Entreguei meus medos, minhas vontades e desejos. Eu parei de beber, usar drogas e larguei todos os relacionamentos que eu tinha. Eu fui me firmando. Foi realmente uma entrega, porque eu coloquei tudo no altar”, relata.

“Foi ali que eu tive meu verdadeiro encontro com o Senhor Jesus. Ali eu tive a certeza que Deus era comigo. Eu tive paz. Aquela vontade de morrer não existia mais. Aquela insônia, depressão, ficou tudo para trás”, destaca.

A jovem passou a crescer em Deus, através das orações, cultos e leitura da Bíblia. Ela até chegou a receber uma nova proposta na carreira de modelo, mas negou. “Eu sabia que não era aquilo que Deus queria para mim”, afirma.

Mais tarde, Gabriela firmou seu compromisso com Deus através do batismo. “Aquela Gabriela que queria se matar, que via vultos, que ouvia vozes, já não existe mais. Ela literalmente morreu ali”.

A jovem viu o agir de Deus em outras áreas de sua vida também: Gabriela foi curada e toda sua família voltou para a igreja.

“Aquela Gabriela cheia de mágoas por ter sido abusada é uma Gabriela que perdoa. Aquela Gabriela que trabalhava como cafetina faz o projeto do EVG Night, ganhando garotas de programa”, afirma. “Para quem aliciava mulheres para prostituição, hoje eu sou uma ganhadora de almas para o meu Deus”.

Veja o testemunho completo:

Postar um comentário

0 Comentários