“Elevamos nossas vozes em oração e nossa visão para a glória de Deus”, diz Trump

No discurso sobre o Estado da União de 2020, o presidente dos EUA falou sobre o combate ao terrorismo, liberdade religiosa e luta contra o aborto.


Trump proferiu seu discurso sobre o Estado da União deste ano de 2020 na última terça-feira. (Foto: Foto: Leah Millis/Pool/Reuters)
O presidente dos EUA, Donald Trump, proferiu seu terceiro discurso anual sobre o Estado da União na noite da última terça-feira (4), na véspera de sua absolvição no Senado das acusações que supostamente o levariam ao impeachment.

Apesar da divisão no Congresso, o discurso sobre o Estado da União de Trump tomou um tom inspirador e focado na fé. Ele falou repetidamente sobre Deus.

Combate ao terrorismo

O presidente falou sobre Kayla Mueller, uma jovem cristã que foi sequestrada, torturada e assassinada pelo Estado Islâmico. Seus pais estavam entre os convidados especiais que participaram do evento. O presidente dos EUA citou uma declaração profunda que Kayla deu sobre Deus.

"Esta noite, estamos com Carl e Marsha Mueller. Kayla escreveu uma vez: 'Algumas pessoas encontram Deus na igreja. Algumas pessoas encontram Deus na natureza. Algumas pessoas encontram Deus no amor; eu encontro Deus no sofrimento. Descobri por um tempo qual é o trabalho da minha vida, usando minhas mãos como ferramentas para aliviar o sofrimento’", relatou Trump, citando a jovem.

Kayla viveu uma vida sacrificial, colocando-se em risco de ajudar outras pessoas que estavam sofrendo. Enquanto a vida de Kayla acabou sendo tirada dela pelas mãos brutais do Estado Islâmico, Trump apontou que a missão das forças especiais de elite para matar o líder do grupo terrorista, Al-Baghdadi, em outubro de 2019, recebeu o nome de Kayla para que ela nunca fosse esquecida.

Contra o aborto

O presidente falou também sobre o valor da vida e Deus como autor da vida, apontando para a poderosa história pró-vida da pequena Ellie Schneider, uma microempresária que milagrosamente sobreviveu, após nascer com 21 semanas.

"Através da habilidade de seus médicos - e das orações de seus pais - a pequena Ellie continuou ganhando a batalha pela vida. Hoje, Ellie é uma menina forte e saudável de 2 anos", lembrou.

"Ellie nos lembra que toda criança é um milagre da vida", disse ele. "Quer sejamos republicanos, democratas ou independentes, certamente todos devemos concordar que toda vida humana é um presente sagrado de Deus!"

Firmados sobre a fé

Conhecido por se posicionar favoravelmente à liberdade religiosa, Trump destacou que tem lutado para defender - entre outras causas - o direito à oração pública nas escolas.

"Meu governo também está defendendo a liberdade religiosa, e isso inclui o direito constitucional de orar nas escolas públicas. Nos Estados Unidos, não punimos a oração. Não derrubamos cruzes. Não proibimos símbolos de fé. Não amordaçamos os pregadores. e pastores. Na América, celebramos a fé. Elevamos nossas vozes em oração e elevamos nossa visão para a Glória de Deus!", afirmou.

O presidente Trump reconheceu os homens e mulheres determinados que construíram a nação americana e que seu esforço implacável nunca será esquecido.

"Nossos ancestrais construíram a República mais excepcional que já existiu em toda a história humana. Somos americanos. Somos pioneiros. Somos os desbravadores. Estabelecemos o novo mundo, construímos o mundo moderno e mudamos a história para sempre abraçando a verdade eterna de que todos são feitos iguais pela mão do Deus Todo-Poderoso", disse.

O discurso terminou com Trump encorajando os americanos que grandes coisas estão acontecendo, mas ainda há mais por vir.

"Nosso espírito ainda é jovem; o sol ainda está nascendo; a graça de Deus ainda brilha; e meus colegas americanos, o melhor ainda está por vir! Deus lhes abençoe. Deus abençoe a América", finalizou.

Discurso rasgado

Quando Trump encerrou seu discurso, a presidente da Câmara, Nancy Pelosi - sentada atrás dele - rasgou sua cópia impressa de seu discurso ao meio.

A atitude da parlamentar gerou repercussão polêmica, sendo classificada por muitos como desrespeitosa.
“Elevamos nossas vozes em oração e nossa visão para a glória de Deus”, diz Trump “Elevamos nossas vozes em oração e nossa visão para a glória de Deus”, diz Trump Reviewed by MISSÕES URGENTE on 09:56 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.