Israel registra menor número de novos casos de coronavírus em mais de um mês

A diminuição do número de novos casos ocorre à medida que o governo começa a suspender as restrições impostas para interromper o surto.


Policiais de Israel usam equipamentos e roupas especiais para evitar contágio com o coronavírus. (Foto: COL.org)
O Ministério da Saúde de Israel registrou o menor número de novos casos de COVID-19 em mais de um mês na noite de domingo.

O ministério registrou 145 novos casos nas 24 horas anteriores, tornando esta marca a mais baixa desde 20 de março, época em que o surto começou.

Mais de 15.400 pessoas foram infectadas com COVID-19 no país e 201 pessoas morreram até o momento. Enquanto isso, mais de 6.700 pessoas se recuperaram do vírus.

A diminuição do número de novos casos ocorre à medida o governo começa a suspender as restrições impostas para interromper o surto.

Cabeleireiros, salões de beleza e cadeias de lojas podem reabrir, desde que respeitem as regras de higiene necessárias para evitar o contágio. Também será permitido reabrir restaurantes e cafés, desde que atendam os clientes com opções de delivery.

No entanto, muitas das grandes cadeias de lojas de Israel permanecem fechadas, apesar da aprovação para abrir, em protesto contra o governo. Eles também exigiram compensação pelo tempo em que foram forçados a fechar.

Os comerciantes do famoso mercado a céu aberto de Jerusalém, Machane Yehuda, entraram em conflito com a polícia pelo fechamento contínuo do local.

Um lojista disse à Rádio do Exército que é injusto que o mercado permaneça fechado, enquanto outras lojas em todo o país recebem luz verde por parte do governo para abrir.

"Estamos fechados há um mês", disse Tali Friedman. "Isso não pode continuar".

Embora várias lojas em Machane Yehuda estejam abertas há semanas, o fechamento generalizado de negócios por parte do governo impôs uma tensão financeira severa a muitos vendedores.

A mídia israelense informou no domingo que um comerciante veterano de lá cometeu suicídio há cerca de uma semana e meia, devido às dificuldades financeiras causadas pela pandemia.

O prefeito de Jerusalém, Moshe Lion, disse que ficou "chocado e magoado com as tristes notícias".
Lion tem sido um forte defensor da reabertura do Machane Yehuda e pediu ao governo que diminua as restrições, dizendo que "o sustento de milhares de famílias está em perigo".

O Ministério das Finanças de Israel está em desacordo com o Ministério da Saúde durante a paralisação em todo o país. O Ministério das Finanças está pedindo ao governo que abra o país por medo de que a economia não se recupere se mais restrições não forem suspensas.

A taxa de desemprego em Israel estava em 27% até a última quinta-feira.

O Ministério da Saúde argumenta que reabrir o país cedo demais levará a um aumento do número de casos.

O governo aprovou na última sexta-feira um plano de US $ 2,27 bilhões para ajudar pequenas empresas e israelenses independentes que foram duramente atingidos pelas restrições.
Israel registra menor número de novos casos de coronavírus em mais de um mês Israel registra menor número de novos casos de coronavírus em mais de um mês Reviewed by MISSÕES URGENTE on 21:20 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.