No Irã, igreja subterrânea combate pandemia com orações e alimentos para a comunidade

A inflação é tão alta no país que as pessoas não podem comprar carne, aves ou até frutas.


Alimentos sendo distribuídos por igrejas domésticas no Irã. (Foto: Reprodução / Portas Abertas)
O Irã é um dos países que foi atingido com força pela Covid-19. A Portas Abertas do Reino Unido e Irlanda estima que os casos são 20 vezes piores que os números relatados.

Como a maioria das igrejas ao redor do mundo, os crentes tiveram que parar de se reunir - mas, para os cristãos iranianos, a reunião já tinha que ser realizada em pequenas igrejas secretas.

"Assim que o surto do vírus foi anunciado, paramos todas as nossas reuniões presenciais", diz Salomeh*, um crente secreto no Irã. "Todo mundo está obedecendo às regras e nem visita sua família".
Mas os cristãos iranianos não ficaram isolados. A Portas Abertas diz que, com o apoio deles, puderam adorar juntos online - e receberam comida e ajuda de que precisam desesperadamente.

"Neste momento de crise, temos mais de 10 horas de reuniões de oração todos os dias", diz Salomeh. "Criamos um cronograma especial de oração que chamamos de ‘linha de frente’, onde os membros da oração podem entrar e sair virtualmente para orar juntos."

Os parceiros da Portas Abertas ajudaram a equipar a igreja com esses recursos online. Eles também responderam às terríveis condições econômicas do país: "A situação não é boa", relata um crente. "A inflação é tão alta que as pessoas não podem comprar carne, aves ou até frutas".

Nestes tempos sombrios do país, a igreja subterrânea está brilhando intensamente. Graças aos presentes dos apoiadores da Portas Abertas, e por seus próprios meios, eles compartilham seus alimentos e itens higienizantes com suas comunidades.

Os membros da igreja subterrânea no Irã relatam como se sentem abençoados por poder fazer esse trabalho e quanto impacto isso tem: "A distribuição foi uma experiência fabulosa e inacreditável", diz um cristão.

“As pessoas ficaram surpresas quando lhes demos a comida. Eles louvaram a Deus com salmos de ação de graças, chorando, abraçando e gritando. Os pacotes de ajuda foram uma grande bênção e Deus nos guiou às pessoas certas.”

Outro crente compartilha a alegria que teve ao compartilhar os pacotes de alimentos: “Fomos distribuir a comida hoje, e havia pessoas que obviamente estavam tão necessitadas. Eles nos agradeceram muito - estavam tão felizes!”

Ela continua: "Havia duas crianças muito fracas e doentes porque não estavam comendo bem. E havia alguns idosos, um deles era cego. E eles não podiam acreditar que tinham tanta comida, porque não tinham tanta quantidade de comida desde o início da crise. Agradeço a Deus por este trabalho. Nunca esquecerei a felicidade dessas pessoas hoje. E verdadeiramente glória ao Senhor!”

Igreja no subsolo

Construir uma igreja forte na área - mesmo que ela deva permanecer no subsolo - é fundamental para apoiar toda a comunidade. E é por isso que as igrejas locais estão distribuindo ajuda para quem precisa - cristã, muçulmana ou qualquer outra pessoa.

Houve histórias de grande generosidade: um líder da igreja relata como uma família cristã pobre decidiu compartilhar metade de seu pacote de alimentos com uma família vizinha que estava com dificuldades financeiras. O vizinho perguntou como era possível ser desse tipo em tempos tão sombrios: eles disseram que não estavam ajudando ele, mas que foi Cristo quem ajudou esse vizinho a atravessar as dificuldades.

Essa família pobre não era a única capaz de mostrar a luz de Cristo através desse alívio. Outro líder da igreja compartilhou como os membros da família não-cristã dos crentes são encorajados pelas doações. 
Um garoto de 17 anos disse: "Eu quase cheguei ao ponto de dizer que o mundo está absolutamente escuro, mas agora vejo que ainda existem pessoas boas com bons corações vivendo neste mundo e que são cristãos!"

A filha de outro membro da igreja disse: “Se este é o Deus que pensa e cuida de Seus filhos, eu gostaria de conhecê-lo mais!”

Salomeh é apenas um dos muitos cristãos iranianos que deseja enfatizar o quão feliz ela está com o apoio que recebeu de você, apoiadores do Portas Abertas, por meio de um parceiro local: “Seu apoio e orações resultam no crescimento do reino. A igreja no Irã ainda está viva, embora os prédios da igreja estejam fechados, mesmo que uma pandemia esteja aterrorizando nosso país. Oro para que um dia todos nós possamos estar na frente do trono de Deus, sabendo que fizemos nossa parte no reino.”

Para outros crentes, é simplesmente perigoso demais contar a fonte dos pacotes e fundos de alimentos - mas eles querem agradecer a quem tornou possível servir sua comunidade.

Um cristão iraniano em uma igreja subterrânea diz: “Eu só quero que você agradeça a seus amigos em nosso nome por fazerem um momento maravilhoso para o corpo de Cristo. Que nosso Senhor te abençoe muito.

* Nome alterado por razões de segurança.
No Irã, igreja subterrânea combate pandemia com orações e alimentos para a comunidade No Irã, igreja subterrânea combate pandemia com orações e alimentos para a comunidade Reviewed by MISSÕES URGENTE on 17:34 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.