Header Ads Widget

Em formato de carreata, Marcha Para Jesus reúne milhares de carros em São Paulo

 A Marcha Para Jesus em 2020 aconteceu em um novo formato, devido à pandemia do novo coronavírus

Marcha para Jesus 2020 aconteceu em novo formato, com uma carreata solidária em São Paulo. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

Por causa da pandemia de Covid-19, a 28ª edição da Marcha Para Jesus em São Paulo foi realizada nesta segunda-feira (2) em um novo formato. O tradicional trajeto percorrido a pé por milhões de pessoas foi feito este ano em uma carreata composta por cerca de 30 mil carros, segundo a organização do evento.

Durante o trajeto de 12 km entre o parque do Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo, e o pavilhão do Anhembi, na Zona Norte da cidade, os carros acompanharam seis trios elétricos com a apresentação de cantores da música gospel. Ao fim do percurso, foi realizado um show no formato drive-in dentro do pavilhão do Anhembi, com a participação de cerca de 1.500 veículos.

Além das apresentações musicais e dos momentos de oração, a Marcha Para Jesus 2020 teve a proposta de arrecadar alimentos para comunidades carentes. A meta era arrecadar 10 mil cestas básicas para serem distribuídas no dia 19 de dezembro.    

O ponto de arrecadação de doações foi localizado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), onde teve início a concentração da carreata.


Público acompanha de dentro de seus veículos show em palco montado dentro do Pavilhão do Anhembi. (Foto: Divulgação/Marcha Para Jesus)

De acordo com o apóstolo Estevam Hernandes, líder da igreja Renascer em Cristo e organizador da marcha, a carreata foi a solução encontrada para viabilizar o evento em tempos de pandemia. “A gente crê que, ao final, a dimensão da marcha vai ser maior do que era. Vamos fazer tipo live”, disse Hernandes.  

A proposta solidária da edição de 2020 foi um diferencial, segundo Hernandes. “Na pandemia, estamos vendo a fome e o desespero das pessoas. Por isso estamos arrecadando os alimentos”, observou.  

Diferentemente de anos anteriores, o evento não foi marcado por discursos políticos. O prefeito Bruno Covas (PSDB) esteve na concentração, mas ficou no local por menos de dez minutos e não fez discursos, segundo o jornal Agora São Paulo.  

Covas elogiou o novo formato do evento e a contribuição da Marcha Para Jesus para o setor de turismo e social. “[A marcha] celebra a diversidade que temos aqui e o respeito a toda a comunidade evangélica da cidade de São Paulo”, comentou.  


Marcha para Jesus 2020 aconteceu em novo formato, com uma carreata solidária em São Paulo. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

Postar um comentário

0 Comentários