China volta a retirar cruzes de locais cristãos, aumentando a perseguição - MISSÕES URGENTE
Seguir no Facebook Seguir no Twitter Seguir no Instagram

BRASIL MUNDO ISRAEL VERSÍCULOS PEDIDO DE ORAÇÃO VÍDEOS MÚSICA PREGAÇÕES CINEMA COLUNA

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

China volta a retirar cruzes de locais cristãos, aumentando a perseguição

Incontáveis igrejas têm tido as suas cruzes removidas pelo regime comunista.

Igrejas com cruzes removidas na China (Foto: Reprodução/Bitter Winter)
O Partido Comunista Chinês (PCCh) vem removendo símbolos religiosos de locais de culto em toda a China. Na província de Jiangxi, no sudeste, várias igrejas protestantes estatais perderam as suas cruzes neste ano, e todos os dias outras continuam sendo arrancadas.

De 15 a 16 de outubro, 11 igrejas dos Três Autos, no município de Fenggang, administrado pelo condado de Yugan, em Shangrao, tiveram as suas cruzes removidas. Uma das igrejas já havia restaurado a sua cruz que havia sido derrubada em 2018, mas foi derrubada novamente nesta data.

As autoridades do condado de Dingnan, na cidade de Ganzhou, condenaram a cruz de uma igreja dos Três Autos a ser removida, pois estava “mais alta do que a bandeira nacional”, o diretor recusou. Mas uma semana depois ela foi derrubada por “questões de segurança”.

“Se não fizéssemos o que mandamos, nossa igreja seria fechada. Não ousamos desobedecer ao governo”, disse um membro da igreja em lágrimas.

Em setembro, uma Igreja dos três Autos no vilarejo de Xing, no condado de Xinfeng, em Ganzhou, perdeu sua cruz depois que as autoridades locais disseram que ela estava “muito perto de linhas elétricas aéreas”.

Em agosto, a Igreja de Tandong recebeu uma inspeção das autoridades que afirmaram que uma pequena cruz em cima da construção era “muito atraente”, e ordenaram a sua retirada, além da escrita “Igreja da Salvação” na parede externa.

No mesmo mês, a Igreja dos Três Autos no condado de Xinfeng, teve a sua cruz removida e foi substituída por uma bandeira nacional. Em julho, as autoridades ordenaram a demolição de mais duas cruzes em duas igrejas do Três Autos na região, segundo revelou o Bitter Winter.

A princípio eles não conseguiram remover uma das cruzes, pois a congregação realizou um protesto, mas uma semana depois, conseguiram remover alegando aos frequentadores que um anova seria colocada no lugar, nada foi colocado. Mais igrejas dos Três Autos tiveram as suas cruzes removidas em outras cidades.

Na província oriental de Anhui, pelo menos 900 igrejas tiveram suas cruzes removidas durante o primeiro semestre deste ano. Inclusive uma igreja católica aprovada pelo estado, na cidade de Linhuan, teve sua cruz removida as 4 da manhã, no dia 10 de agosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário