Em Nova Jersey nos EUA, Assembleia de Deus evangeliza através de distribuição de legumes - MISSÕES URGENTE
Seguir no Facebook Seguir no Twitter Seguir no Instagram

BRASIL MUNDO ISRAEL VERSÍCULOS PEDIDO DE ORAÇÃO VÍDEOS MÚSICA PREGAÇÕES CINEMA E TV COLUNA

terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Em Nova Jersey nos EUA, Assembleia de Deus evangeliza através de distribuição de legumes

Organização distribui alimentos através de voluntários.

Alimentos para doação (Foto: Reprodução/Bushels of Blessings)


Em Nova Jersey, a Primeira Assembleia de Deus de Carneys Point recebe o ministério de coleta e alimentação “Bushels of Blessings” (BoB), que de acordo com a sua diretora, Michele Montemurno, o evangelho é pregado através dos tomates, nabos e pepinos.

Montemurno, de 67 anos, conta que o ministério socorre os “famintos silenciosos” de todas as comunidades da região. “Isso é especialmente verdadeiro hoje por causa da pandemia COVID-19, quando muitos perderam o emprego pela primeira vez e não querem falar sobre isso. É muito humilhante”, contou ela.

Os vegetais doados por Bob, além de alimentar fisicamente, eles abrem uma porta para que o evangelho de Cristo seja pregado, muitas orações realizadas as pessoas, doações de Bíblias e a comunidade é convidada para ir aos cultos de adoração.

De manhã, Montemurno já fala com os fazendeiros por mensagens, pedindo instruções sobre a temporada de cultivo no cinturão agrícola tricountry do sul de Nova Jersey, ao longo do rio Delaware, de maio a setembro.

O propósito do ministério

BoB surgiu em 2012 quando Michele perdeu o seu cargo executivo de uma empresa nacional de móveis, e entrou em um período de estresse, o choque a levou questionar a sua autoestima, a sua vocação e a sua fé. Mas mesmo nessas circunstancias Deus a guiou.

Incentivada pelo seu pastor na Primeira Assenbleia, Keith A. Holt, e o presidente aposentado a Christian Farmers Asociation do Condado de Salém, Clarence Johnson, Montemurno abordou os agricultores locais para que os seus excedentes pudessem ser recolhidos e doados aos pobres.

As 9 h, ela chega na igreja, e liderando voluntários, motoristas de vãs e caminhonetes com reboques e caminhões refrigerados que durante quatro dias visitam de cinco a sete fazendas familiares que variam de 300 a 5 mil acres, para recolher os restos dos produtos agrícolas.

Antes da pandemia, o ministério contava com cerca de 160 voluntários, que atendiam a 45 organizações sem fins lucrativos. Quatro anos atrás eles conseguiram distribuir um recorde de meio milhão de libras, esse ano de 2020 eles doaram 199 mil libras de vegetais, Informou a Assembleia de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário