Homem abandona Nova Era após ter visão da cruz: ‘Fui transformado pela bondade de Deus’ - MISSÕES URGENTE
Seguir no Facebook Seguir no Twitter Seguir no Instagram

BRASIL MUNDO ISRAEL VERSÍCULOS PEDIDO DE ORAÇÃO VÍDEOS MÚSICA PREGAÇÕES CINEMA COLUNA

quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

Homem abandona Nova Era após ter visão da cruz: ‘Fui transformado pela bondade de Deus’

 Kalel Pratico estava envolvido com drogas e chegou a entrar em overdose.

Kalel Pratico e sua esposa Carla, hoje pastores. (Foto: Reprodução / Facebook)

Quando criança, Kalel Pratico ansiava por conhecer a Deus, mas encontrou pouca orientação em casa. “Meus pais queriam que eu encontrasse meu próprio caminho”, diz ele em um vídeo da CBN.

“Sempre quis uma conexão com Deus. Eu estava perguntando sobre anjos, então sempre tive fome de Deus. Eu não achava que ele era um Deus pessoal”, contou.

Sem qualquer orientação, Kalel encontrou bebida alcoólica. “A primeira vez que experimentei álcool, estava na sexta série. Lembro-me da sensação que o álcool me deu e era essa paz que eu procurava”, disse.

No colégio, ele descobriu a maconha. Recreação de seu tempo em uma rua da Filadélfia, onde clamou a Deus.

“Também experimentei outras drogas”, diz ele. “Doeu aos meus pais o fato de eu estar abusando de substâncias. Eu dirigia bêbado. Eu estava tentando entorpecer esse vazio que tinha em minha vida, essa falta de conexão que estava procurando.”

Uma noite, quando ele misturou drogas em um quarto de hotel, ele sentiu que estava morrendo.

“Todo o resto se perdeu e tudo que eu estava ciente era a presença de Deus”, diz Kalel. “Cada respiração que eu respirava me foi dada por Deus. Eu estava ciente de que a qualquer momento ele poderia simplesmente parar o que estava fazendo e eu teria morrido.”

Fora de controle

Depois de sobreviver ao encontro com a morte, ele jurou nunca mais abusar. Claro, ele não poderia manter esse voto.

“Eu vivi uma vida muito inconsistente após o colegial”, diz ele. “Eu fui para a faculdade de artes e estava namorando uma garota na época e ela me deu uma Bíblia. Por fim, decidi ir à igreja. Eu me sentava no banco e a mensagem passava completamente por cima da minha cabeça.”

Kalel estava fora de controle e não conseguia parar de beber.

Um dia, sentado na rua da Filadélfia, sozinho, ele dirigiu seu desespero a Deus. "Deus. Se você é real, mostre-me quem você é”, orou.

“Então eu vi na frente dos meus olhos cenas da minha vida”, ele lembra vividamente. “Deus estava me mostrando os momentos da minha vida em que Ele se mostrou real, e naquele momento eu soube que Deus estava falando comigo sobre como Ele esteve durante toda a minha vida, revelando-se a mim em diferentes circunstâncias e situações.”

Kalel conta ainda que foi transportado na visão onde sua atenção foi atraída para uma cruz.

“Não fazia ideia de que Jesus era Deus”, diz ele. “Na época, eu estava lendo todo tipo de material da nova era. “A cruz foi uma dica.”

Ele deixou a faculdade e foi para casa. Ele participou de uma cruzada evangelística de uma semana.

“Senti que ele estava falando bem ao meu coração”, lembra Kalel. “Todo o resto se perdeu. Éramos apenas eu e Deus de novo.”

Deus falou com ele: “Se você decidir me seguir, perderá todos os seus amigos. Sua vida será completamente nova. Vai ser completamente mudado.”

“Tudo que preciso é saber que você é real e estou entregando minha vida a Você”, respondeu Kalel.

Naquela noite, ele entregou sua vida a Jesus e nasceu de novo. “Pedi perdão à minha família”, lembra ele. “Minha ética de trabalho mudou. Lembro-me do pai da minha ex-namorada dizendo isso para mim: ‘Você poderia realmente dar sua vida para se tornar um pastor’. Assim que ele disse isso, eu soube naquele momento que é disso que se trata a minha vida”.

Hoje, Kalel pastoreia na cidade de Nova York com sua esposa Carla Pratico.

“Estou vivendo minha melhor vida, minha maior alegria, de ver as pessoas ganharem vida em Deus e saber que Deus as chamou para ganhar vida em suas identidades. Por isso, sou eternamente grato pelo que Cristo fez por mim e é uma aventura todos os dias", diz.

“A bondade de Deus leva você ao arrependimento. Eu fui mudado pela bondade de Jesus”, testemunha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário