Header Ads Widget

‘Irmã de oração’ fala sobre o dia em que levou Rodolfo Abrantes a Jesus: “Amei aquela alma”

 A pastora Lucineide Souza, que ministrou cura sobre Rodolfo Abrantes no dia em que o cantor se entregou a Jesus, falou sobre detalhes do testemunho.


A mulher que foi usada por Deus para ministrar cura sobre Rodolfo Abrantes e fazer o apelo de salvação, Lucineide Souza, contou detalhes sobre o testemunho que mudou a vida do cantor há 19 anos.

Em uma entrevista publicada pelo canal da Comunidade Cristã Hadash nesta segunda-feira (21), a pastora Lucineide Souza, na época conhecida como irmã Neide, disse que foi convidada por uma companheira de campanhas de oração para estar na casa de Rodolfo e Alexandra.

“Eu não sabia que ele era famoso”, disse Lucineide ao lado do filho, o pastor Diego Souza. “Eu só vivia para Jesus e não tinha tempo para ouvir música mundana”.

Lucineide fazia parte do grupo de intercessoras da Assembleia de Deus que participaram da campanha de oração de 7 segundas-feiras, a convite da esposa de Rodolfo, Alexandra Abrantes, na zona leste de São Paulo.

“Eu já cheguei na casa entregando um recado. Eles tinham um deus na sala, um negócio muito feio, era enorme. Eu falei: ‘Deus disse que não é pra isso ficar na sua sala’. Eu gostei da atitude [da Alexandra], ela é uma menina de Deus. Se ele hoje está na presença de Deus é primeiramente por Jesus, mas ela é uma guerreira e lutou por ele. Foi ela que fez com que nós fôssemos lá”, conta Lucineide.

Rodolfo costumava evitar as reuniões de oração organizadas por Alexandra, até que, um dia, ele esqueceu da campanha e se deparou com as intercessoras em sua casa. “Chegou aquele homem com aqueles buracos enormes na orelha, mas eu amei aquela alma”, comenta Lucineide.

A pastora relatou detalhes do encontro de oração. “Quando nós chegamos ali, eu dei lugar para o Espírito Santo e fui lá no meio, profetizando, orando. E o Senhor disse para mim: ‘Coloque a mão no estômago dele, porque Eu estou curando um tumor no estômago’. Eu coloquei as mãos no estômago dele e ali Deus começou a falar com ele: ‘Grande é a obra que eu tenho contigo na terra, Eu estou te curando hoje’”. 

“Eu lembro muito claro que Deus falou para ele: ‘Vou eu te levantar como um ganhador de almas. Tu és escolhido meu’. O Senhor foi falando e eu disse: ‘Quer aceitar Jesus como seu único e verdadeiro salvador?’ E ali ele aceitou Jesus e caiu no chão”, ela continua.

Lucineide se lembra ainda de um dia em que Rodolfo entregou a ela um CD e disse: “A partir de hoje, eu não sou mais famoso. Quem é famoso é Jesus”. “Foi uma verdadeira conversão. Foi um Zaqueu. Ele mudou a vida dele”, observa.

Diego, filho de Lucineide, que na época tinha 17 anos, se lembra das ligações entre sua mãe e o cantor. “Eu lembro dele ligando para minha mãe, pedindo oração, dizendo que precisava largar as drogas. Ele confessava algumas vezes que já não aguentava mais fazer os shows”, disse. “Ele só conseguia fazer os shows drogado”, acrescentou Neide.

Depois de perderem o contato, um reencontro entre Lucineide e Rodolfo aconteceu em um aeroporto, em 2016 — 15 anos após a reunião de oração que resultou na conversão do cantor. “Não consigo encontrar palavras para descrever a alegria que senti ao reencontrá-la no mesmo avião”, disse Rodolfo na época.

Hoje, Lucineide é pastora na Comunidade Cristã Hadash em Carapicuíba, na Região Metropolitana de São Paulo. No vídeo, ela deixa ainda um conselho para os jovens cristãos: “É uma vida de entrega, de compromisso com Deus. Eu nunca me preocupei com títulos, eu sempre me preocupei em ganhar almas para Jesus”.

Postar um comentário

0 Comentários