Header Ads Widget

“O povo de Deus pode quebrar decretos malignos através do jejum e oração”, explica pastor

Joel Engel fala sobre as mudanças de decretos espirituais inspirado na história de Ester, que reuniu o povo judeu em jejum e oração.

O pastor Joel Engel fala sobre os ensinos do livro de Ester. (Foto: Ministério Engel)

Com a chegada da celebração do Purim, que se inicia no entardecer na próxima quinta-feira (25), o pastor Joel Engel ministrou sobre os segredos da unção de Ester. A rainha bíblica é a principal personagem da festa judaica, que comemora a salvação dos

Depois que os judeus persas foram salvos do plano de Hamã para exterminá-los, foi determinado o feriado de Purim, que celebra o dia em que “a sua tristeza tornou-se em alegria, e o seu pranto, num dia de festa”, conforme o relato de Ester 9:21-22.

Fazendo um paralelo com a festa, que começa a ser celebrada nesta quinta-feira (25), o pastor Joel Engel lembra que “Deus pode mudar sua sorte”, durante culto transmitido online nesta semana.

No último culto, o pastor Joel Engel havia contado a história de Ester e fez uma relação entre sua jornada e a unção de Deus, que a transformou de uma serva em uma rainha. No entanto, a ascensão de Ester e Mordecai provocaram a fúria de Hamã, o levando a tramar contra o povo judeu.

“Cada vez que alguém alcança uma vitória, existe o ciúmes, popularmente conhecido como ‘olho grande’”, observa o pastor. “Quando a rainha Ester chegou ao posto máximo do reino, ela atraiu o inimigo”.

Quando Ester descobriu que havia sido emitido um decreto oficial, que ordenava a morte de todos os judeus que viviam no Império Persa, ela foi incentivada por Mordecai a interceder em favor de seu povo.

Com isso, o pastor envia uma mensagem de incentivo aos intercessores: “Foi para esse tempo que Deus te levantou, para interceder pelo povo que hoje está morrendo por decretos malignos de morte”.

Ester pediu a todo o povo judeu para jejuar e orar por três dias antes de ir à presença do rei. Depois de se apresentar ao rei e oferecê-lo dois banquetes, Ester revelou que era judia e lhe contou o plano de Hamã para matar todo seu povo. 

Furioso por ter sido manipulado, o rei mandou executar Hamã na forca que ele tinha construído para Mordecai. Em seguida, o rei persa permitiu que Ester e Mordecai emitissem um outro decreto, autorizando os judeus a usarem armas para se defender.

Novos decretos em Cristo

Por causa do jejum, Engel diz, “Deus quebrantou o coração do rei para que ele fosse favorável a Ester”.

Segundo o pastor, o livro de Ester ensina segredos de como podemos anular e reverter decretos do Diabo: “O povo de Deus consegue quebrar decretos do inimigo através do jejum e da oração”, explica.

“Existe macumba? Existe feitiçaria? Existe azar? Existe, mas Deus transforma maldição em bênção, má sorte em boa sorte, maus decretos em bons decretos”, ensina o Engel. “Alguém no passado pode até ter feito decretos malignos contra a sua vida, mas Deus faz novos decretos de vitória, que vão mudar a sua sorte”.

“Nós temos a nosso favor o Senhor Jesus Cristo, que deu Sua vida por nós, porque havia um decreto de morte contra todos os seres humanos. Mas Ele deu sua própria vida para que tivéssemos acesso a um decreto de vida”, acrescenta Engel.

“Havia um decreto do inimigo para que fôssemos pobres a vida inteira, mas Jesus se tornou pobre para enriquecer a muitos. O inimigo fez um decreto de doença, mas Jesus fez um decreto de cura para todos nós”, concluiu o pastor.

Veja a pregação completa:

 

Postar um comentário

0 Comentários