Evangélicos doam abrigos antibombas para comunidades israelenses sob ataque

Header Ads Widget

Evangélicos doam abrigos antibombas para comunidades israelenses sob ataque

A Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém mobilizou cristãos de todo o mundo para ajudar a população de Israel, que tem estado sob constante ataque desde a última semana.

Um abrigo anti-bomba portátil doado pela Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém é entregue a uma comunidade israelense ao longo da fronteira com Gaza. (Foto: ICEJ).

Evangélicos de todo mundo se uniram para doar nove abrigos antibombas portáteis para comunidades localizadas perto da fronteira da Faixa de Gaza em Israel, que têm estado sob constante ataque de foguetes desde a última semana.

Outros seis abrigos portáteis também foram encomendados para serem enviados às comunidades que vivem próximas à fronteira com o Líbano. A ação foi liderada pela Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém (ICEJ, na sigla em inglês).

“Os cristãos em todo o mundo querem fazer algo positivo para ajudar Israel agora. Eles estão orando e defendendo Israel em seus próprios países, mas sentem que isso é algo que podem fazer para realmente contribuir para a segurança e a paz em Israel”, disse David Parsons, vice-presidente do ICEJ e porta-voz internacional sênior, ao The Jerusalem Post.

O presidente da Embaixada Cristã Internacional em Jerusalém , Dr. Jürgen Bühler, afirmou que a doação deixou as famílias israelenses beneficiadas mais tranquilizadas. 

“Os residentes israelenses na fronteira de Gaza têm apenas alguns segundos para se abrigarem e eles nos disseram repetidamente que esses abrigos de fato salvam vidas. Os doadores também deram a essas famílias que vivem em situação de perigo a paz de espírito de que precisam para ficar onde estão e levar suas vidas diárias, apesar da constante ameaça de foguetes”, disse.

O ICEJ doa abrigos portáteis a Israel desde 2008, quando ofertou mais de 50 abrigos para serem colocados em pontos de ônibus em Sderot. Com a colaboração de cristãos de todo o mundo, o ministério já arrecadou 118 abrigos para israelenses do sul do país, a maioria para escolas, creches, clínicas médicas e centros juvenis - locais que não podem funcionar sem abrigos antiaéreos.

Outras organizações cristãs também se mobilizaram para ajudar a população de Israel durante o conflito da última semana. 

A Sociedade Internacional de Cristãos e Judeus doou 2 mil refeições para israelenses em abrigos anti bombas em Ashkelon. E proveu 320 cartões de alimentação no valor de cerca de 90 dólares para cada residente no sul de Israel.

Legisladores cristãos de todo o mundo também se mobilizaram e assinaram uma declaração convocando a comunidade internacional a “condenar os perpetradores da violência, o Hamas, que por meio de suas ações estão limitando a possibilidade de um futuro de paz na região”.

“Pedimos ao Hamas que cesse imediatamente sua barragem de foguetes contra civis israelenses e remova suas bases operacionais dos bairros de Gaza e de áreas civis densamente povoadas, o que aumenta desproporcionalmente o número de mortos de civis e põe em risco a vida de não-combatentes”, escreveram os legisladores.

Os parlamentares cristãos representaram os seguintes países: Hungria, Eslováquia, Lituânia, Finlândia, República Tcheca, Holanda, Itália, Uruguai, Colômbia, Honduras, Guatemala, Suriname, Venezuela, África do Sul e a República Democrática do Congo.

Postar um comentário

0 Comentários