Após abandonar a feitiçaria mãe e filho se convertem a Jesus em Uganda - MISSÕES URGENTE
Seguir no Facebook Seguir no Twitter Seguir no Instagram

BRASIL MUNDO ISRAEL VERSÍCULOS PEDIDO DE ORAÇÃO VÍDEOS MÚSICA PREGAÇÕES CINEMA COLUNA

sexta-feira, 25 de dezembro de 2020

Após abandonar a feitiçaria mãe e filho se convertem a Jesus em Uganda

 O jovem e sua mãe foram ajudados pela Amazima Ministries, organização cristã, localizada nos arredores da cidade de Jinja.

Charles abraça sua mãe Jessica: juntos, eles vivem uma nova perspectiva com Jesus. (Foto: Reprodução / Amazina)

Charles e sua mãe eram pessoas envolvidas com práticas de feitiçaria que os faziam sofrer em vez de promover alívio, como é o objetivo daqueles que buscam ajuda para sua vida espiritual.

Após narrar vários problemas com espíritos, como acordar a noite gritando e até sofrer ataques físicos, as coisas começaram a mudar quando Charles foi ajudado pela Amazima Ministries, que usa uma variedade de programas para viver o amor de Jesus, educando e capacitando pessoas de todas as idades.

Graças a essa organização cristã, localizada nos arredores da cidade de Jinja, na região leste de Uganda, Charles e sua mãe entregaram suas vidas a Jesus.

Ajudando a transformar vidas e mudar sua comunidade imediata por meio da verdade de Jesus Cristo, a Amazima Ministries diz que o jovem ouviu o Evangelho pela primeira vez depois de ingressar no programa de bolsa de estudos do ministério em 2008.

Ele entregou sua vida a Cristo e abandonou os rituais culturais que praticava.

“Tínhamos passado por um período de tristeza porque minha mãe foi espancada. Estávamos lá em péssimas condições”, contou Charles sobre sua experiência com o Ministério Amazima. “Demônios às vezes podiam nos atormentar por meio de sonhos. Muitas vezes durante a noite, eu poderia acordar gritando.”

Verdadeira paz

Depois de receber a Cristo e aprender sua verdadeira identidade como cristão, Charles começou a orar a Deus e a encontrar a verdadeira paz.

“Por meio das pregações, parei de praticar rituais culturais e comecei a orar. Comecei a sentir paz. Isso tocou meu coração profundamente. Tocou minha alma. Então comecei a mudar”, disse ele.

“Foi assim que comecei a ansiar e desejar saber sobre Deus. Aí também comecei a compartilhar com minha mãe”, continuou.

Depois de ver uma mudança tão grande em seu filho, a mãe de Charles também começou a acreditar que sua vida poderia ser transformada.

“Quando vi o comportamento de Charles começar a mudar, isso tocou meu coração”, disse ela. “Eu precisava conhecer esse Deus porque tinha visto a mudança com meus próprios olhos”.

Perspectiva bíblica

Katie Davis, a fundadora e principal visionária do Amazima Ministries insiste em que todo alcance da organização, seja bolsa de estudos, treinamento vocacional ou assistência médica, seja construído em uma perspectiva bíblica com ênfase no relacionamento e na formação de discípulos.

Katie e seu marido Benji Davis deixaram os Estados Unidos e se estabeleceram em Uganda há cerca de 10 anos, cativados pelo amor de servir aos necessitados e divulgar o Evangelho.

“As palavras de Paulo em Filipenses 1 ecoam em minha mente e estou confiante de que Aquele que começou uma boa obra aqui realmente a levará a cabo - que as pessoas conheceriam o Senhor aqui até o dia em que Jesus voltasse”, escreveu ela em uma postagem do blog em 9 de novembro de 2020.

“Em mais de 13 anos neste lindo país que chamo de lar, toda transformação da vida real que testemunhei não aconteceu por causa de um programa ou projeto, mas por causa de um relacionamento com alguém que demonstrou o amor de Cristo”, acrescentou ela.

Katie acredita que, à medida que as vidas dos alunos são transformadas pelos Ministérios Amazima, eles são os únicos a voltar para suas comunidades, seu país e o mundo para compartilhar o amor de Cristo com os outros.

“Eles serão líderes pela paz e pela mudança, totalmente transformados e redimidos por Cristo, e com poderes para compartilhar o Evangelho com suas comunidades”, escreveu Katie.

Nenhum comentário:

Postar um comentário