Header Ads Widget

Livros na Arábia Saudita ainda menosprezam minorias religiosas

Os conteúdos didáticos são revisados há anos, mas continuam a inferiorizar os cristãos

Os livros escolares na Arábia Saudita desprezam as minorias religiosas, sobretudo cristãos e judeus


Na Arábia Saudita, país que ocupa o 14º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2021, os livros escolares inferiorizam as minorias religiosas, sobretudo os cristãos. A organização Human Rights Watch (HRW) analisou os livros didáticos dos anos letivos de 2019-2020 e 2020-2021, que trazem linguagem odiosa para com religiões diferentes do islã sunita, depreciando também as práticas religiosas.

O país trabalha na reforma dos conteúdos escolares há anos. Em 2018, o governo prometeu eliminar “ideologias extremistas” dos currículos escolares e dos livros. “Embora o país tenha feito progressos, os textos continuam a depreciar crenças e práticas religiosas de grupos minoritários, incluindo os de cidadãos sauditas, isso contribuirá para manter a cultura de discriminação que esses grupos enfrentam”, disse Michael Page, vice-diretor da HRW.

No ano passado, o Instituto de Monitoramento da Paz e da Educação Cultural em Livros Didáticos Escolares também observou que a hostilidade contra os cristãos havia suavizado em alguns aspectos. Os resultados de uma revisão abrangente do Instituto, incluindo livros para o ano letivo 2019-2020, mostraram que “as referências ao cristianismo como uma força colonial e como uma religião inválida e pervertida foram removidas dos conteúdos sauditas. Ao contrário dos currículos anteriores, o terrorismo perpetrado por muçulmanos é especificamente e fortemente criticado”. 

Porém, ainda há resquício de intolerância religiosa em alguns livros didáticos, “os não muçulmanos, incluindo cristãos e judeus, ainda são descritos como infiéis e inimigos do islã e de todos os muçulmanos, e os muçulmanos xiitas são igualmente condenados”, apontou o Instituto.

Pedidos de oração

  • Interceda pelo governo da Arábia Saudita, para que o Espírito Santo o alcance e o país seja transformado pelo amor de Deus.
  • Ore pelos cristãos no país, para que permaneçam firmes na fé e tenham coragem de pregar o evangelho
  • Clame pela vida das crianças e jovens cristãos, que estão em contato com os conteúdos didáticos, para que o Senhor esteja com eles e os mantenha alicerçados na palavra.

Postar um comentário

0 Comentários