Header Ads Widget

República Dominicana é proclamada 'nação de Deus' em ato no Palácio Nacional

A solenidade teve a participação de representantes de igrejas católicas e evangélicas, que esperam fortalecer a fé da nação dominicana.

Evangélicos e católicos fizeram ato na sede do governo da República Dominicana. (Foto: Diario Libre)

República Dominicana foi proclamada “nação de Deus” durante um ato solene organizado pelo Ministério Nagua Cidade de Deus, realizado no Palácio Nacional, a sede do Poder Executivo do país.

O momento teve a participação de representantes de igrejas católicas e evangélicas, que esperam fortalecer a fé da nação dominicana num momento em que a Covid-19 já deixou mais de 3 mil mortos no país.

Durante a cerimônia, o pastor Miguel Vásquez, presidente do ministério, fez um apelo ao arrependimento e orou pelo perdão dos pecados da nação.

Vásquez fez o ato pela primeira vez há 18 anos na cidade de Nagua, onde seu ministério está sediado. Desde então, ele tem realizado um dia de oração todos os anos no município, no qual são encerradas as atividades educacionais, comerciais e empresariais para que a população possa se juntar à jornada de fé e oração.

“Nesta ocasião, decidimos estender a iniciativa a 158 municípios, além do Palácio Nacional, para proclamar que a República Dominicana é uma nação de Deus, como sonharam os fundadores do país”, disse Vásquez.

O pastor Dío Astacio, que faz a ponte entre as igrejas evangélicas e o governo federal, orou a Deus pela proteção da República Dominicana, do presidente Luis Abinader e de todo o gabinete governamental.

Henry Veras, que faz a ligação entre a Igreja Católica e o governo federal, na companhia de três freiras, leu a passagem bíblica de 2 Crônicas 7:14, que diz: “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra”.

A atividade também contou com a presença do embaixador israelense, Daniel Biran, que definiu a República Dominicana como um presente de Deus e exortou os dominicanos a não perder a fé e seguir em frente.

Pastores de diversas denominações clamaram a Deus pelas 32 províncias da República
Dominicana e seus municípios, pedindo pela proteção das famílias, pelo Congresso Nacional, por justiça, por saúde, pela economia, pelo meio ambiente e pelo bem-estar de todos.

Postar um comentário

0 Comentários